O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (25) que já há vários elementos que justificam uma quarentena e que a medida será necessária no Brasil. Ressaltou, no entanto, que o momento para decretar uma quarentena nacional não é agora. O ministro disse ter havido “praticamente um efeito cascata de decretação de lockdown (fechamento) em todo território nacional”, mas ponderou que é preciso um planejamento conjunto com os governadores para que as medidas de restrição de circulação não sejam tomadas de forma indiscriminada por todos os estados e municípios. “Se nós estamos começando o processo, se nós estamos iniciando a curva, nós temos que ter muita calma, porque a quarentena é um remédio extremamente amargo, extremamente duro. E vai ter a hora que a gente vai precisar usar”, afirmou.

Notícia Completa

Recommended Posts